Mais respeito, Eu sou criança (Pedro Bandeira)

[Antologia Poemas] Mais, Respeito eu sou criança

MAIS_RESPEITON_EU_SOU_CRIANCA_1237250954B

Autor: Pedro Bandeira

Editora: Moderna

Páginas: 61

Publicado: 1994

Avaliação: ***** (5,0)

Compre: (http://amzn.to/2uiKeIj)

Sinopse: Esta antologia é dividida em três partes – ‘Eu comigo mesmo’, em que a criança filosofa sobre seu próprio comportamento e sentimentos; ‘Eu e os outros’, em que ela fala de suas relações com os que a rodeiam, o pai, a mãe, o gatinho, o vizinho; e ‘Eu e o que penso’, em que diz o que pensa sobre uma série de assuntos importantes para ela – os dois lados da minhoca, os números, as letras. Todos esses poemas, além de incentivarem um processo de criação artística, propiciam um profícuo debate sobre temas significativos para todos – o erro, o preconceito, a questão da identidade, das expectativas com o futuro, os sonhos e muitos outros.

Esta Antologia de poemas, simplesmente me conquistou, divida em três partes nas quais cada uma delas juntas completam esse livro incrível, que apesar de infantil, pequeno e super rápido de ler, e super incrível falando sobre diversos temas de uma forma leve, divertida, mas ao mesmo tempo seria e inspiradora, sobre o preconceito, desigualdade, identidade, os erros tanto das crianças como dos adultos, que normalmente eles não veem, sobre sonhos e como eles são encarados, expectativas para o futuro de uma criança.

Com Ilustrações de Odilson Moraes que da um toque super diferente e animado ao livro, já que ele e mais infantil, ótimo para crianças acima de 8 anos que estão aprendendo a ler, ou já sabem um pouco também,mas também excelente para adolescentes e adultos, e todos os públicos.

Pedro Bandeira tem uma forma unica de escrever e nos fazer divertir com a leitura, como ele mesmo disse no final deste livro:

”Todo mundo diz que as crianças devem respeitar os adultos. E os adultos? Não devem respeitar as crianças? Isso é um assunto serio mesmo….. E toda vez que o assunto é serio mesmo, o jeito é pensar através da poesia […] A poesia é uma maneira gostosa de tirar o retrato da nossa alma”.

 Grande ou Pequeno? 

Se eu me meto na conversa

para ouvir do que é que falam

os adultos e os parentes, 

lá vem a bronca da mamãe:

”Não, não, não! Já para fora!

Você é muito pequeno 

para ouvir nossa conversa”

Mas se eu faço algum errinho, 

qualquer coisinha malfeita, 

ou alguma reinação,

lá vem bronca do papai:

”Mas você não tem vergonha?

Isso é coisa que se faça?

Você já esta muito grande

para coisas como essa!”

Afinal, quem é que eu sou?

Ou eu sou muito pequeno,

ou sou grande ate demais!

Ora, tenham paciência!

Deixem-me crescer em paz!

20170708_093921.jpg

Anúncios

5 comentários sobre “Mais respeito, Eu sou criança (Pedro Bandeira)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s